O que fazer antes da entrevista de emprego

O que fazer antes da entrevista de emprego

Conselhos de especialista para se preparar para esse desafio

Você SA.- 18 de fevereiro de 2016

Entrevista de emprego é sempre uma situação tensa. E os candidatos ficam ainda mais nervosos em épocas de crise em que os empregos são mais raros e o tempo para a recolocação aumenta. Por isso, a VOCÊ S/A, em parceria com Maria Candida Baumer de Azevedo, diretora da People & Results, consultoria de carreira de São Paulo, fez uma série de três reportagens para ajudar você a se sair bem nessa etapa.

A primeira parte dessa série mostra o que fazer antes da entrevista de emprego. “Um candidato bem informado e bem formado começa causando com um impacto positivo”, diz Maria Candida. Confira as dicas da especialista a seguir.

1. Pesquise tudo o que estiver disponível sobre a empresa em questão: sua história, ramo de atuação, principais clientes e fornecedores, produtos e serviços, momento atual (sucessos, insucessos, bons ou maus resultados), para onde estão direcionando seus investimentos e quais são seus desafios de mercado. Isso ajudará a fazer perguntas assertivas sobre o negócio (mostra interesse, preparação e entendimento sobre o assunto) e a entender realmente o momento da empresa e o quanto ele é favorável para sua área, além de saber o que é realmente esperado do candidato.

2. Pesquise sobre a cultura da empresa: esse é o jeito como as coisas acontecem quando o chefe não está olhando. Cultura Organizacional são as regras não escritas, o que é importante de fato, os costumes, as leis internas. Para isso, conversar com profissionais, fornecedores, clientes e pessoas que já saíram da empresa amplia a visão sobre ela. Ao conseguir levantar essas informações o candidato saberá o quanto a maneira como as coisas funcionam reflete o seu jeito de ser. “É inútil fingir que se identifica com a companhia apenas para conquistar a vaga. Uma vez na empresa, o fingimento dura pouco tempo. Se há falta de adequação ao modo de ser, as chances de ser feliz naquele ambiente diminuem. É muito importante trabalhar em um ambiente condizente com o que se gosta, se acredita e valoriza. Se for apenas uma questão de salário, esse efeito é perdido após três meses de contratação”, diz Maria Candida.

3. Pesquise sobre o segmento da empresa: analise o potencial, as tendências, os concorrentes, as ameaças e oportunidades (devido a mudanças políticas, econômicas, tecnológicas ou sociais), os produtos substitutos, a política de preços, o que o cliente busca. Com estas informações é possível identificar se a empresa é líder no mercado, se tem características inovadoras ou conservadoras. E, ainda, o quanto o ambiente é competitivo e as implicações disso no trabalho almejado.

4. Pesquise sobre o entrevistador: caso você saiba quem vai conduzir o processo,  conhecer algo sobre o perfil do entrevistador pode trazer ganhos no momento do “cara a cara”. Busque descobrir quem ele é, sua idade, estado civil, formação, histórico profissional, hobbies, interesses.  Se necessário busque nas redes sociais. Ao estudar sobre o entrevistador previamente o candidato pode encontrar pontos em comum ajudando a quebrar o gelo.

5. Pesquise como as pessoas se vestem na empresa para a roupa é a ideal para o dia da entrevista: pergunte a quem trabalha lá; procure fotos dos profissionais no ambiente de trabalho. Na dúvida, menos é mais. Evite estampas, cores fortes, acessórios chamativos ou perfumes em excesso. O traje correto pode  alçar o candidato ao nível de semelhante, isso marca pontos positivos. E a imagem é o primeiro passo nessa direção.

O que fazer durante uma entrevista? Leia aqui a sequência dessa série de 3 matérias.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *