Desenvolvimento de competências é tema de evento em S.José

Paula Maria Prado
São José dos Campos

“As maiores oportunidades de ascensão ao longo de uma carreira estão na nossa área de força”. Isso é o que garante Maria Candida Baumer, diretora da People and Results, consultoria especializada em carreira e cultura organizacional. “Uma vez que eu identifico o que aquela pessoa é naturalmente boa, quando eu invisto nisso, ela fica espetacular”, continua.

Gestão pelos pontos fortes foi um dos temas de palestra do 2º Evento Técnico do PMI no Vale do Paraíba, que reuniu diversos interessados neste sábado (20) na Etep Faculdades, em São José dos Campos. Com o tema “Desenvolvendo Competências com o PMI”, o encontro teve por objetivo fazer com que os presentes –cerca de 50 pessoas—repensarem suas carreiras.

Entre os nomes que estiveram presentes, além de Maria Candida, Marco Antônio Silva, coaching de carreira e trabalha com transformação organizacional; e Alexandre Abdalla, Cofundador & Palestrante da PPM Education – Portfolio, empresa voltada para educação corporativa.

“Nós representamos o PMI (Project Management Institute), um instituto norte-americano, cujo objetivo é fomentar o desenvolvimento de gestão de projeto. Aqui na região do Vale do Paraíba, nós temos como se fosse uma filial. Fizemos uma parceria com a Etep, que nos ofereceu toda infraestrutura e estamos desenvolvendo uma agenda de eventos. Dessa vez, focamos no desenvolvimento de competências”, afirmou Francisco Júnior, organizador do encontro.

“São palestras motivadoras e nós queremos trazer esse conhecimento, que já é debatido nos Estados Unidos. Nossos professores estão participando e eles irão, naturalmente, disseminar esse pensamento para os alunos”, afirmou Augusto Seabra, docente da Etep.

Futuro.

Para Marco Antônio Silva, a opção de se ter qualidade de vida tem mudado o modo de pensar de muitas pessoas que estão no mercado de trabalho. “Muitos já se contentam com uma renda menor que supra necessidades básicas, com moradia, internet, mas que, por outro lado, estejam mais perto da família, em uma cidade não tão agitada quanto as capitais, por exemplo”, disse.

E, nessa busca por oportunidades, as novas empresas –chamadas Start Up—tem ganhado força. “Talvez, em muitos momentos, seja mais interessante investir em algo que seja seu, do que se aventurar em uma cidade grande, em muito estresse e encurtar o seu tempo de vida, por exemplo”, explicou. “A crise em que vivemos também leva a esse empreendedorismo. Muitas pessoas estão se redescobrindo em novas áreas e modos de vida”.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *